Patrono 2017 - Paulo Flávio Ledur

sexta-feira, 23 de março de 2018

Cantora Angélica Rizzi e escritora Vera Ceroni participarão da Feira do Livro

Angélica Rizzi e Vera Ceroni

A programação da 28ª Feira do Livro de Caçapava do Sul está bombando. Nesta semana as escritoras Angélica Rizzi e Vera Ceroni confirmaram presença no evento que acontece de 27 de abril a 6 de maio no Salão Paroquial. 

Vera Ceroni estará na feira no domingo, dia 29 de abril. A escritora caçapavana trabalha há 24 anos na área da saúde. Foi condecorada como Embaixadora da Paz no Rio Grande do Sul. Tem intitulação de missionária pelos feitos humanitários e vidas resgatadas ao longo de vinte anos. É praticante de política social e humanitária e palestrante na área de dependência química e doenças mentais. Entre as suas obras literárias destacam-se: "Memórias de uma Geriatria", lançado em 2000, "Mulheres depois dos 50"; e um de seus livros mais polêmicos, "Da Fama à Fome", de 2015, que narra a trágica carreira meteórica da ex-musa, Josi Campos.

A cantora, compositora, jornalista e escritora Angélica Rizzi marcará presença na Feira do Livro de Caçapava do Sul na segunda-feira, 30 de abril. Ela está entre os vencedores do Prêmio Açorianos de Música 2017. Possui 12 livros publicados em pouco mais de uma década de carreira. Natural de Estrela (RS), apresenta uma obra diversificada que abrange mais de um gênero literário, poesia, conto, literatura infantil e infanto-juvenil. Em sua carreira musical, tem três CDs lançados ‘Águas de Chuva’, ‘Angélica Rizzi à italiana’ e " Se somos nós". Entre seus livros, destacam-se: "A filha do poeta", "O Pituco" e "Manoelito, o palhaço tristonho".

Toda a programação da Feira do Livro é totalmente gratuita e aberta a todos os públicos.

quinta-feira, 22 de março de 2018

Feira do Livro irá homenagear Escola Cônego Ortiz

Comissão da Feira do Livro
No ano em que a Escola Estadual Cônego Ortiz comemora 60 anos, a Feira do Livro de Caçapava do Sul irá realizar uma homenagem especial àquela instituição de ensino, já no primeiro dia de atividades da feira, 27 de abril.

A equipe diretiva da Escola tem participado das reuniões da Comissão Organizadora da Feira do Livro, preparando homenagens especiais que serão incluídas na programação do evento. De acordo com a vice diretora da escola, Greiciane Bevilaqua, as homenagens serão feitas para ex-professoras. “É uma maneira de valorizar os professores e as homenageadas fizeram a diferença na educação dentro da nossa escola”, afirmou.

Além disso, os organizadores do evento estão trabalhando na programação cultural da feira, que envolve oficinas, palestras e apresentações artísticas. O grupo também está recolhendo doações de livros para a comercialização nos sebos. As doações podem ser entregues na secretaria da Casa Paroquial e também na Rádio Caçapava.

As reuniões da comissão organizadora acontecem nas terças-feiras, às 9h15, no Centro Municipal de Cultura e são abertas para a participação de toda a comunidade.

A 28ª Feira do Livro de Caçapava acontece de 27 de abril a 6 de maio, no Salão Paroquial.

A Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul apóia a Feira do Livro

Comissão da Feira do Livro na Câmara de Vereadores
As atividades de um vereador estão intimamente conectadas com os interesses da população de um município.

Os vereadores podem ser os grandes parceiros, não só do governo municipal para a implementação de projetos, mas também ser parceiros de iniciativas como a nossa, que visa a realização da Feira do Livro.

Sabe-se que os vereadores, em sintonia com o poder executivo, podem mudar a fisionomia de uma cidade; podem materializar os sonhos de muitas pessoas; podem auxiliar na construção da felicidade do povo.

Anualmente conversamos com o presidente da Câmara, buscando uma participação mais direta na feira, mais presente, mais intensa, um apoio para a solução dos problemas.

Novamente a Comissão Organizadora da Feira do Livro foi bem recebida, com cordialidade, com atenção, com o respeito que se aconselha para estes momentos.

Sabemos que aqueles que foram escolhidos pelo povo, legitimados pelo voto popular, são detentores de um grande poder e precisam usar essa força com inteligência, coerência e sabedoria, por isto nos ajudam a construir a Feira que o nosso povo deseja.

Câmara de Vereadores irá apoiar a 28ª edição da Feira do Livro de Caçapava do Sul


A comissão organizadora da Feira do Livro de Caçapava do Sul reuniu-se na manhã de segunda (19), com o presidente do Poder Legislativo, Marco Taschetto (PMDB) e com o diretor geral, Daniel Miranda. A pauta do encontro foi solicitar apoio da Câmara para a realização da feira.

O Coordenador Geral da Feira, Pedro Vanolim Macedo, entregou ao Presidente um ofício pedindo que a Câmara colabore em cinco aspectos, os principais são o transporte dos escritores e a informatização da feira, realizada por um servidor do legislativo. Os outros apoios são estruturais e institucionais.
O presidente do Legislativo destacou a importância da feira para Caçapava e afirmou que a Câmara, como de costume, irá colaborar na promoção deste encontro cultural que reúne escritores e leitores de todas as idades.

Por Assessoria de Imprensa Câmara de Vereadores

Feira do Livro será dedicada aos 60 anos da escola Cônego Ortiz

Comissão da Feira do Livro na Câmara de Vereadores.
A Escola Estadual Cônego Ortiz que completa 60 anos, será a homenageada da 28ª edição da Feira do Livro de Caçapava do Sul. As homenagens especiais a tradicional instituição de ensino serão feitas no primeiro dia da Feira, 29 de abril. Nesta data ocorre a abertura oficial, às 19 horas, com o tradicional toque de sineta pelos Xerifes da Feira, Denise Gervásio Burin e Luiz Hugo Burin e a cerimônia de transmissão do cargo de Patrono da Feira, de Paulo Flávio Ledur para Ariane Severo.

A escola atende 303 alunos distribuídos em 13 turmas nos turnos manhã e tarde. Conta com 25 professores e 9 funcionários. A professora Lucélia de Oliveira Couto ocupa a função de diretora e vices as professoras Greiciane Bevilaqua Lopes e Graziela de Morais Moura Rodrigues.

A escola tem como filosofia resgatar valores da educação através de um processo de integração entre escola e comunidade. E como objetivo oportunizar aos alunos o desenvolvimento de suas potencialidades possibilitando uma melhor reflexão e interpretação do mundo com criatividade, comprometimento, ética e capacidade para promover mudanças em seu meio.

DIRETORAS DA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL CÔNEGO ORTIZ E SEU RESPECTIVO PERIODO ADMINISTRATIVO:

- Professora REJANE RITA BARRETO CHEUICE (1958 A 1959)
- Professora MARTA SILVEIRA ABRÃO ( 1959 A 1960)
- Professora ALÍCIA FERES (1960 A 1961)
- Professora FRANCISCA ALBINA COLLARES OLIVEIRA (1961 A 1962)
- Professora GENI DOS SANTOS MARQUES ( 1962 A 1963)
- Professora TEREZINHA IZAURA DIAS MIRANDA (1963 A 1964)
- Professora EULÁLIA DA SILVA FERNANDES ( 1964 A 1967)
- Professora CECÍLIA PAZ VARGAS ( 1967 A 1968)
- Professora MORENA ELAINE ( 1968 A 1969)
- Professora SALETE DE LOURDES ABREU PENHA ( 1969 A 1974)
- Professora CECÍLIA PAZ VARGAS ( 1974 A 1977)
- Professora MARILENE PEREZ CHAVES (1977 A 1981)
- Professora ZILDA MARQUES ( 1981 A 1985)
- Professora ELEUZA ILHA SANTINI ( 1985 A 1986)
- Professora MARLENE DOS ROSA ( 1986 A 1988)
- Professora LENA MARIA TREVISAN DE PAULA ( 1988 A 1991)
- Professora VALDEREZ DUTRA DA SILVEIRA ( 1991 A 1993)
- Professora VERA REGINA TASCHETTO SEIXAS ( 1993 A 1995)
- Professora MARIA BENITA VEBER TEIXEIRA (1995 A 1997)
- Professora JANE TEREZINHA TASCHETTO SEIXAS (1998 A 1999)
- Professora ANA MARIA DA SILVA BECK (2000 A 2009)
- Professora GREICIANE BEVILAQUA LOPES ( 2010 A 2015)
- Professora LUCÉLIA DE OLIVEIRA COUTO ( 2016 – PRESENTE)

A programação da feira, escritores e atrações que estarão presentes durante os 10 dias, está sendo definida pela comissão organizada.

 Por Assessoria de Imprensa Câmara de Vereadores

Ariane Severo, a Patronesse da Feira do Livro 201

Ariane no lançamento de “Nina” na Feira de Porto Alegre em 2017
Foto: Thomaz Mario Schmidt Rodriguez/Divulgação

A psicanalista e escritora caçapavana Ariane Severo foi eleita Patronesse da 28ª Feira do Livro de Caçapava do Sul. A eleição ocorreu durante almoço de confraternização no domingo, dia 11.

A Feira do Livro acontecerá de 27 de abril a 06 de maio, no Salão Paroquial. Neste ano, a mostra literária é dedicada à Escola Estadual “Conego Ortiz”, pela passagem de seu 60º ano de fundação. Nesta semana a Gazeta conversou com a Patrona. Leia a entrevista com a escritora Ariane Severo.

Gazeta – Quem é Ariane Severo?
Ariane – Caçapavana, que estudou no Colégio das Irmãs, Escola Estadual Dinarte Ribeiro e Colégio Estadual Nossa Senhora da Assunção. Diplomada em Direito e Psicologia. Psicanalista há trinta anos e escritora desde 2006.
Gazeta – Como foi para você receber a notícia que seria patrona?
Ariane – Ser reconhecida pela produção literária e atividades culturais em prol da literatura, na terra da gente, é uma felicidade. Lancei na Feira do Livro de Caçapava todos os livros de minha autoria e algumas obras em que sou coautora. Venho de uma família de escritores. Meu tio-bisavô, Rivadavia Severo, homônimo de meu pai, publicou em 1936 o romance: Visão do Pampa. Meu pai foi Patrono da Feira do Livro de Caçapava do Sul em 2012 e meu tio, José Antônio Severo em 2016. Sigo a tradição familiar.
Gazeta – Ser Patrona é uma homenagem ou você terá papel especial no evento?
Ariane – Ambas as respostas são positivas. Sim, é uma homenagem pessoal e a todos os que concorreram porque fomos 64 candidatos. Portanto, represento todo esse grupo de escritores Caçapavanos. Sim, terei um papel especial na Feira. O Patrono é o escritor homenageado e, por essa razão, e além de ter um dia dedicado a ele, deve participar do máximo de eventos que seja possível e trazer para a Feira leitores e escritores que a valorizem ainda mais.
Gazeta – Qual a importância de uma Feira de Livros para Caçapava e para a região?
Ariane – Dada à ausência de livrarias na cidade, é o momento que permite aos Caçapavanos tomarem conhecimento do que está acontecendo com a literatura: conhecendo escritores, ouvindo palestras, participando de oficinas. A Feira favorece o desenvolvimento cultural e educacional de toda a comunidade… e cidades vizinhas, naturalmente.
Gazeta – O que de mais importante estás trazendo para a Feira do Livro?
Ariane – As obras que escrevi e a convicção de que a literatura é uma arte e o caminho para a melhor convivência humana.
Gazeta – Livros mudam vidas?
Ariane – Sim, sem dúvida. Sem os livros não conheceríamos a história da Humanidade desde os seus primórdios, não entenderíamos o verdadeiro significado da vida. A literatura cura. Muitos livros são inspiradores e os escritores sabem que escrever é como respirar, uma salvação.
Gazeta – Uma mensagem para a comunidade
Ariane – Valorizem e justifiquem o slogan, já conhecido de todo Rio Grande do Sul, e agora destacado no estribilho da canção de Luiz Hugo Burin: Caçapava do Sul, uma cidade que lê.

Livros que Ariane participa:

1) Transmissão Transgeracional e Clínica Vincular – 2006 – obra psicanalítica – coautora.
2) Ditadura, Anistia e Greve Geral – 2009 – coletânea de contos (lançada no Brasil e no Uruguai) –  coautora.
3) Encontros & Desencontros – A Complexidade da Vida a Dois (lançada no brasil e na argentina) – 2010 – obra psicanalítica – autora.
4) Nos Caminhos do Banrisul – 2010 – romance – coautora.
5) Entre o Sena e o Guaíba – Entre La Seine Et Le Guaíba – 2011 – coletânea de contos bilíngue português-francês (lançada no Brasil e na França) – coautora.
6) Esta Terra Tem Dono – Esta Tierra Tiene Dueño – Co Yvy Oguereco Yara – 2012 – coletânea de contos trilíngue português-espanhol-guarani (lançada no Brasil, Uruguai, Argentina , Paraguai, Cuba e Chile) – coautora.
7) Histórias do Vinho – Histoires Du Vin – 2014 – coletânea de contos bilíngue português-francês (lançada no Brasil e na França) – coautora.
8) O Suave Mistério Amoroso: psicanálise das configurações vinculares (escolhido para um futuro filme de Tabajara Ruas; roteiro de Ariane Severo e Alcy Cheuiche em elaboração) – 2014 – autora.  
9) Água: elemento essencial da vida – 2015 – coletânea de contos – coautora.
10) Tudo em Movimento – 2015 – coletânea de contos da Oficina de Literatura e Psicanálise Ariane Severo – organizadora.
11) Nos Caminhos da Imprensa Rio-grandense e Brasileira – Em Los Caminos de La Prensa Ríograndense Y Brasileña – 2015 – coletânea de contos bilíngues português-espanhol – coautora.
12) os dois lados do espelho – relato de uma experiência em psicanálise vincular  – 2015 – coautora.
13) Capuccino – coletânea de contos – 2016 – autora.
14) Tudo em Movimento – 2017 – coletânea de contos da Oficina de Literatura e Psicanálise Ariane Severo – organizadora.

15) Nina: desvendando Chernobyl – 2017 – romance – autora.

sexta-feira, 16 de março de 2018

Ariane Severo será a patrona da 28ª Feira do Livro de Caçapava do Sul

A escritora caçapavana Ariane Severo foi eleita patrona da 28ª Feira do Livro de Caçapava do Sul. A eleição ocorreu durante almoço de confraternização no último domingo, no Salão Paroquial do município.

Ariane Severo é psicanalista e escritora. Publicou o livro Os Dois Lados do Espelho: Relato de uma Experiência em Psicanálise Vincular (2015), O Suave Mistério Amoroso: Psicanálise das Configurações Vinculares (2014), Encontros & Desencontros: A Complexidade da Vida a Dois (2010) e colaborou na obra Transmissão Transgeracional e a Clínica Vincular (2006), sem contar a publicação de diversos artigos em revistas especializadas. É organizadora do livro Tudo em Movimento, da Oficina de Literatura e Psicanálise Ariane Severo (2015).

É coautora de seis livros de contos e de um romance histórico da Oficina de Criação Literária Alcy Cheuiche. Em 2016, publicou Capuccino, coletânea de contos individuais, também pela Oficina de Criação.
homenagem.


A Feira do Livro de Caçapava acontecerá de 27 de abril a 6 de maio, no Salão Paroquial. Neste ano, a mostra literária é dedicada à Escola Estadual Cônego Ortiz, que completa 60 anos.

Ariane Severo será Patrona da 28ª Feira do Livro de Caçapava do Sul

Durante almoço festivo realizado no Salão Paroquial, no último domingo dia 11 de março, a comissão organizadora da 28ª Feira do Livro de Caçapava do Sul, promoveu a eleição do patrono.

Todos os presentes no almoço festivo tiveram a oportunidade de votar. Ex-patronos e integrantes da comissão organizadora, impossibilitados de comparecer, votaram em separado, por e-mail ou telefone.

A comissão provisória, formada pelo secretário de Cultura e Turismo, João Timotheo Esmério Machado, assessorado pelos padres Antônio Hermes e Rudinei Lasch, fizeram a apuração dos votos, onde foi eleita a patrona, com 73% dos votos, Ariane Severo.

A escritora e psicanalista, já publicou os livros “Os Dois Lados do Espelho: Relato de uma experiência em Psicanálise Vincular” (2015), “O Suave Mistério Amoroso: Psicanálise da Configurações Vinculares” (2014), Encontros e Desencontros: A Complexidade da Vida a Dois” (2010) e colaborou na obra “Transmissão Transgeracional e a Clínica Vincular (2006), sem contar a publicação de diversos artigos em revistas especializadas. É organizadora do livro “Tudo em Movimento”, da Oficina de Literatura e Psicanálise Ariane Severo (2015) e coatora de seis livros de contos e de um romance histórico da Oficina de Criação Literária Alcy Cheuiche (2009, 2010, 2011, 2012, 2014, 2015). Em 2016, publicou “Capuccino”, coletânea de contos individuais, também pela oficina de Criação Literária Alcy Cheuiche. Este ano, durante a Feira do Livro de Caçapava do Sul, Ariane Severo estará lançando o romance “Nina: desvendando Chernobyl”.

A Feira do Livro acontece nos dias 27 de abril a 6 de maio, sendo promovida pelos Diplomados das Oficinas de Criação Literária Alcy Cheuiche e Comunidade Cultural Caçapavana, com participação da Seduc e da Secultur.l

Ariane Severo é a patrona da Feira do Livro de Caçapava do Sul

No final do almoço festivo, realizado no dia 11 de março no Salão Paroquial, foi realizada a escolha do patrono(a) da Feira do Livro.

A escolhida pela Comunidade Cultural Caçapavana, com 73% dos votos, foi a caçapavana Ariane Severo. A escritora, atualmente radicada em Porto Alegre, participou de diversas turmas das Oficinas de Criação Literária Alcy Cheuiche, passando também a ministrar sua própria oficina.

Após o anúncio do resultado da eleição a escritora se manifestou agradecendo aos presentes, dizendo que se sentia feliz em ter sido escolhida, e que iria procurar se fazer presente sempre que possível durante a Feira do Livro. Ariane disse que o fato estava coincidindo com o lançamento do seu primeiro romance "Nina: desvendando Chernobyl".

A Feira do Livro vai acontecer no período de 27 de abril a 6 de maio.

 Por Assessoria da Feira do Livro.