Patrono 2017 - Paulo Flávio Ledur

sábado, 30 de abril de 2016

Sábado na Feira: dia dos Escritores caçapavanos

Encontro dos alunos das Oficinas de Alcy Cheiuche, sexta-feira(29-04)
A Feira do Livro passou a semana com grandes momentos e público. Nesse fim de semana, ainda aguarda muitas emoções com o lançamento dos livros dos Escritores caçapavanos. Confira os nomes dos Escritores e a Programação, prestigie-os: vem para a Feira do Livro!

  • "A história de um vencedor (do céu ao inferno)", de Domingos Tormes
  • "Amansador de Palavras", de Gujo Teixeira
  • "Clube dos Namorados - Histórias que até Deus duvida", de Claremi Teixeira
  • "Divórcio, Finanças & Filhos", de Renata Miranda
  • "Gotejos do Pensamento", Ivan Pessoa Moreira
  • "Não há idade para ser feliz", de Alfredo Laureano de Brum Sobrinho
  • "Nos Trilhos da Paixão", de Marcelo Tascheto da Silva
  • "O Pescador", de Felícia Teresinha Soares Lopes
  • "Os Chás e a Fé", de Severino Rudes Moreira
  • "Os dois lados do espelho. Relato de uma experiência em psicanálise   vincular", de Ariane Severo.
  • "Saindo do Status Quo - Os 5 passos Iniciais para criar a vida dos seus sonhos", de Thais Danzmann Chaves

30 de abril – sábado - Dia dedicado aos Escritores Caçapavanos e convidados especiais

Das 9h30 às 11h30: oficina sobre o processo criativo do livro “Guerra dos Farrapos” ministrada por Alcy Cheuiche, (encontro único), no Instituto Municipal de Educação Augusta Maria de Lima Marques.
11h00:lançamento do livro "Caçapava, um olhar sobre o século XX", de Juarez da Rosa Teixeira, na AABB.  
12h00: almoço festivo “Homens na Cozinha”, na AABB, promovido pelo Lions Clube. 
16h00: abertura da Feira e apresentações: invernada artística juvenil e adulta Laços da Querência, do CTG Pampa e Querência; Stela Marques acompanhada por Adriana Inácio, Grupo de violão com Adriana Inácio e grupo de capoeira "Herdeiros da Ginga", dirigido por Alexander Prussiano Fernandes (Mestre Ale).
19h00: apresentação do Grupo de Arte Nativa “Os Chimangos”, em homenagem aos escritores caçapavanos e convidados especiais.
 A comunidade  cultural caçapavana presta homenagem à profª Drª Sônia Maria dos Santos Marques, professora destaque na carreira acadêmica. Oradora: Maria Alice Garcia dos Santos.
 Homenagem aos escritores caçapavanos e convidados especiais.  Oradora: Profª  Rosane Miolo dos Santos.
  Palavra dos escritores caçapavanos e dos convidados especiais e entrega dos troféus.
 Sessão de autógrafos dos escritores homenageados.
22h00: fechamento dos estandes.

1º de maio – domingo – Encerramento da Feira do Livro

16h00: abertura da Feira e apresentações: Invernada Artística Mirim e pré Mirim do CTG Sentinela dos Cerros; cantos na voz de Artur Silva de Freitas, Maria Clara Araújo, Victória Leão de Rosso e Ana Carolina Sangali da Silva; Coral da EEEF Januária Leal, regido por Ana Guidotti.
19h00: apresentação do espetáculo "Uma época, um canto e uma saudade: Carreteiros da Saudade em família – 50 anos". Um pouco da história do Grupo Folclórico Carreteiros da Saudade com a direção de Ipageú Teixeira de Macedo.
 Homenagem ao Ipageú Teixeira de Macedo. Orador: Zauri Tiaraju Ferreira de Castro.

22h00: fechamento dos estandes e encerramento da 26ª Feira do Livro.

Luiz Hugo Burin lança 1° CD na festa literária

Fonte: Gazeta do Povo

O professor e maestro Luiz Hugo Burin lança seu primeiro CD na 26ª edição da Feira do Livro nesta noite, a partir das 19h. Ele, que é um dos organizadores do evento, também apresentará obra literária par o público que for prestigiar a festa.


Juntamente com outros escritores de Santa Maria, Luiz Hugo autografará a obra  “Herança”. Além de disponibilizar outros livros em que teve participação ao longo dos anos. 

 “Versos e Melodias” é o nome do CD, que traz 11 faixas de poesias autorais que foram musicadas por Luiz Hugo. 

“Algumas letras são de amigos que me pediram para que as musicassem. Tenho letras dos caçapavanos Roberto Scarparo Martins, Orlando Mazzini  e também do Athos Miralha da Cunha, este de Santa Maria. Quanto ao enfoque, posso dizer que é muito variado, mas predominam temas do coração, de Caçapava e regional”, disse Luiz Hugo, que espera “incentivar músicos locais a produzirem e enaltecerem o que tem de bom em Caçapava”.

Câmara prestará homenagem ao Escritor Alcy Cheuiche na Feira do Livro

A Câmara de Vereadores realizará uma Sessão Solene em Homenagem Especial ao Escritor Alcy Cheuiche, na sexta-feira, dia 29, na 26º Feira do Livro de Caçapava do Sul. A indicação desta homenagem foi uma escolha unânime dos pares do Legislativo.

Cheuiche é reconhecido como um dos grandes escritores do Brasil, com obras também traduzidas para o espanhol, o alemão, o inglês e o francês. Recebeu muitas distinções por sua atividade literária, entre elas as medalhas Simões Lopes Neto, Santos Dumont, Oswaldo Aranha, e os prêmios literários Açorianos, Ilha de Laytano, RBS Rádio, Troféu Laçador, Troféu Guri, entre outros. Em 2006, foi Patrono da Feira do Livro de Porto Alegre, uma das maiores em espaço aberto do mundo. Em 2011 foi Patrono dos Festejos Farroupilhas, atividade que mobiliza milhões de pessoas em todo o Rio Grande do Sul.  

Autografou seus livros e proferiu conferências em muitas cidades brasileiras e também em outros países como Uruguai, Argentina, Paraguai, Chile, Cuba, Estados Unidos, França e Alemanha. Além disso, é co-autor, tradutor e orientador de oficinas de criação literária, a partir das quais foram publicados trinta e nove livros, sendo onze deles com autores caçapavanos. É sócio fundador da AGES-Associação Gaúcha de Escritores e Membro Vitalício da Academia Rio-Grandense de Letras (a entidade cultural mais antiga do estado, fundada em 1901). Conferencista nos cinco idiomas que domina, é reconhecido pelo seu alto nível de cultura e capacidade de comunicação.

Romance • O Gato e a Revolução • O Mestiço de São Borja • Sepé Tiaraju - Romance dos Sete Povos das Missões • Sepé Tiaraju (romance em quadrinhos) • Sepé Tiaraju (edição em Braille) • Sepé Tiarayú, Novela de los Siete Pueblos de Misiones (edição em espanhol) • Sepé Tiaraju – Der letzt Häuptling, (edição em alemão) • Sepé Tiaraju (edição bilíngue português/alemão, ilustrada por Leonid Streliaev) - A Guerra dos Farrapos • Ana sem Terra • Warum auf Morgen Warten (Ana Sem Terra, em alemão) • Lord Baccarat • A Mulher do Espelho • Nos céus de Paris – Romance da vida de Santos Dumont • Jabal Lubnàn – As aventuras de um mascate libanês • João Cândido – O Almirante Negro •O Farol da Solidão.
Poesia • Versos do Extremo Sul • Entre o Sena e o Guaíba • Meditações de um Poeta de Gravata •Antologia Poética.
Crônica • O Planeta Azul • Na garupa de Chronos • Com sabor de terra.
Infanto-juvenil • A caturrita americana • O ventríloquo.
Biografia • Autores Gaúchos, Fascículo nº 8 • Santos Dumont.
Teatro • O Pecado Original.


Oficinas de Criação Literária • Estórias e lendas de Caçapava do Sul • Estórias e lendas de Bagé •Chananeco – A história de um carreteiro • Entre o real e o imaginário • Seis contistas de Bagé •Caçapava do Sul contando histórias • Honório Lemes – O tropeiro da liberdade • Os Charruas • As ruas enluaradas • A saga dos povoadores • Baby Pignatari – O centauro de bronze • Luigi Rossetti – O jornalista farroupilha • Ituzaingô – A saga das lutas da fronteira sul • Na trilha dos ancestrais • Nos caminhos da Rainha • Banco não dá bom dia • Ditadura, anistia e greve geral • O palco histórico da Feira do Livro • Nos caminhos do Banrisul • Porto dos Casais • Legalidade – 50 anos depois • Contos contemporâneos • Entre o Sena e o Guaíba/Entre la Seine et le Guaíba  • Contos Contemporâneos 2012  Esta terra tem dono/Esta terra tiene dueño/ Co yvi oguereco yara   • A casa do João-de-barro  •Contos Contemporâneos 2013 • Fundação banrisul 50 anos – Uma história para contar • A saúde do trabalhador brasileiro/La salud del trabajador brasileño • Histórias do vinho/Histoires du vin  • Contos Contemporâneos 2014  • A arte da palavra  • 50 anos do Golpe de 1964/50 años del Golpe de 1964 •Água:elemento essencial da vida • Contos Contemporâneos 2015 • Nos caminhos da imprensa rio-grandense e brasileira/En los caminos de la prensa ríograndense y brasileña  A arte da palavra.

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Lançamento do CD "Versos e Melodias" de Luiz Hugo Burin

Na 26º Feira do Livro, Luiz Hugo Burin lançou o seu primeiro CD, "Versos e Melodias".  Belas letras e canções compõem o CD que encantaram o auditório cheio, na quinta-feira fria.

O CD "Versos e Melodias" ainda pode ser encontrado no Estande do Coral Municipal de Caçapava, até o fechamento da Feira, domingo (01/05).

quinta-feira, 28 de abril de 2016

“Saindo do Status Quo” de Thais Danzmann

O livro “Saindo do Status Quo” de Thais Danzmann é em versão Pocket, ou seja, compacta de 14X20 com 60 páginas, distribuidas em 5 passos o processo de autocoaching ao qual fiz uso próprio, vivência pura da Escritora. Justamente sair do meu status quo, sair do mesmo estado das coisas e ter a possibilidade de contar uma historia diferente no futuro. Saindo do Status Quo – os cinco passos para criar a vida dos seus sonhos é um convite para as pessoas que desejam extrair o seu melhor, vencer suas barreiras.

Permitir-se sonhar e desejar o melhor para si mesmas. Porque podemos e merecemos isso! Basta que acionemos e reconheçamos nossos recursos internos positivos potencializando-os e consequentemente minimizando os negativos reconhecidos através do nosso autoconhecimento. Exercer de fato nossa auto responsabilidade, trazer ela para nós e saber que estamos no comando da nossa mente.
Thais é pedagoga pela Universidade Federal de Pelotas UFPEL, colaborada na área da saúde setor de radiodiagnóstico (Radiologia) há mais de 7 anos. Sempre gostou muito de ajudar as pessoas até mesmo por ver dores profundas como a ausência de saúde e receber lições por parte dos pacientes paradoxais inacreditáveis que foram desde a superação ao desânimo.

Por estar inserida nesse contexto sentiu a necessidade de buscar mais, saber mais sobre o comportamento e desenvolvimento humano, da magnífica mente que todos nós possuímos. Foi então começou desde meados do ano de 2015 buscar formações continuadas que pudessem me dar um respaldo nessas buscas. Formou-se em Coach Life e Profissional pela Sociedade Gaúcha (SGC), e não conseguiu parar foi buscar uma sequência de treinamentos como o Celebration Power Life (out/2015). Ainda em fev/2016 começou a formação em Coaching Executive Business também pelo ITZ (instituto Tania Zambon).

Nesse momento atual em abril de 2016, Thais acaba de finalizar a mais recente formação em Practitioner em PNL e PNT – Programação Neurolinguistica e Programação Neuro Evolutiva trasnformacional a qual nos leva a ter foco onde você especificar, PNL dá sabedoria.


“É Emocionante e extremamente gratificante ter percorridos todos esses passos e poder no compartilhar com as pessoas, ajuda-las a resgatar sonhos, criar suas próprias realidades.”, diz a Escritora.

Feira 2016: dedicada ao Biênio Simoneano

Discurso proferido pelo Presidente do Instituto João Simões Lopes Neto, Antônio Carlos Mazza Leite, por ocasião das homenagens a Simões Lopes Neto na Feira do Livro, 2016

Nestes dois anos que compõem o Biênio Simoneano – 2015/2016, a memória de Simões Lopes Neto vem sendo reverenciada permanentemente.

Homenagens como esta prestada pelos organizadores da 26ª Feira do Livro de Caçapava do Sul, que a dedicam ao grande regionalista, confirmam o acerto do Governo do Estado em oficializar o Biênio através de decretoassinado no Palácio Piratini em 3 de março de 2015.

Na qualidade de presidente do Instituto João Simões Lopes Neto, tenho a honra de representá-lo nesta festa literária para agradecer a homenagem e poder lhes contar um pouco da história desta instituição cultural.
Ao longo dos anoso Instituto João Simões Lopes Neto consolidou-se como fonte permanente de estudo pesquisa e divulgação da obra e da vida do seu Patrono e da realização de projetos culturais, educacionais que abarcam toda a gama de manifestações artísticas: literatura, teatro, artes plásticas, música e cinema.

Sediado na casa onde o escritor viveu durante dez anos, entre 1897 e 1907, o Instituto abriu suas portas ao público em 9 de março de 2006, dia do aniversário do escritor, tendo a casa sido completamente restaurada e acrescida do Auditório Carlos Reverbel.

A história do Instituto se confunde com a da casa a partir do ano de 1992, ano em que o pesquisador pelotense, biógrafo de Simões Lopes, Carlos Francisco Diniz, comprovou que a casa da rua Dom Pedro II, 812 havia mesmo pertencido ao grande escritor, que a vendera ao Major Hugo Piratinino de Almeida,depois de nela habitar por dez anos e, em suas dependências haver escrito a lenda do Negrinho do Pastoreio (publicada em dezembro 1906).
Em 1992, depois da descoberta, iniciou-se um movimento liderado por um grupo de estudiosos simoneanos, secundados por forças sociais ligadas à cultura, que redundou com a obtenção, pelo promotor de justiça Paulo Charqueiro, de medida liminar impeditiva da demolição da casa, já vendida a uma construtora. Em 1995, a juíza Luciana de Abreu Gastaud, confirma a liminar proibindo a demolição do imóvel histórico.

Em agosto de 1999, liderados pelo então deputado Bernardo de Souza, um grupo de simoneanos, fundou o Instituto João Simões Lopes Neto, associação civil pública, sem fins lucrativos que tem por finalidade “preservar, valorizar e divulgar a memória e a obra de João Simões Lopes Neto”, conforme se lê no art. 2º do estatuto.

Por feliz coincidência, o novel instituto teve como primeira presidente a Paula Schild Mascarenhas, neta do Major Hugo Piratinino de Almeida, aquele que comprou a casa de Simões Lopes. Neste mesmo ano, o então Governador do Estado do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra, sancionou o projeto de lei do deputado Bernardo de Souza, que “declara bem integrante do patrimônio cultural do Estado a casa, em Pelotas, que pertenceu ao escritor João Simões Lopes Neto”,Lei n° 11.377, de 5 de outubro de 1999.

A casa do Capitão da Guarda Nacional foi adquirida definitivamente pelo Instituto em janeiro de 2000, através de projeto aprovado na Lei Estadual de Incentivo à Cultura, com o patrocínio da empresa pelotense Josapar.

Nos anos seguintes, com muito esforço e criatividade, houve um incessante trabalho no sentido de restaurar a casa. Com a inestimável e competente colaboração da Ato Promoção Cultural,com o apoio incentivado de empresas como Josapar,CEEE - Companhia Estadual de Energia Elétrica e Copesul - Companhia Petroquímica do Sul, a casa foi completamente restaurada, mobiliada e equipada para receber seu público frequentador.

Em dezembro de 2005 a sede do Instituto João Simões Lopes Neto foi inaugurada oficialmente em cerimônia que contou com a presença de autoridades locais e estaduais, de patrocinadores e de simoneanos ilustres.
A Casa do Capitão, sede do Instituto João Simões Lopes Neto, foi aberta à comunidade no dia 9 de março de 2006.

Nestes 10 anos de existência o Instituto vem cumprindo muito bem seus objetivos. Sem dúvida valeram os esforços dos seus fundadores que de 1999 a 2006 conseguiram a façanha de restaurar a casa e criar um espaço cultural capaz de orgulhar seu Patrono, homem extremamente participativo na vida da cidade.

Assim, através de projetos como Simões vai à Escola, quando turmas de alunos do ensino fundamental e médio com seus professores visitam a casa e são recepcionados com palestras e projeções sobre a vida e obra de Simões. Ou quando banners que contam a vida e obra do autor são levados às escolas das redes de Pelotas e região e atividades em torno da obra são programadas pelos alunos.

Ou o projeto Teatro mostra Simões, que incentiva a encenação de peças e textos Simoneanos por alunos das escolas e faculdades além de grupos amadores e profissionais.

O Prêmio João Simões Lopes Neto de Artes Visuais, que este ano se realizará pela quinta vez, é outro projeto que se propõe a desafiar artistas plásticos a interpretar o universo simoneano a partir das mais diversas linguagens artísticas. O prêmio de aquisição tem, ano a ano, incorporado ao acervo do Instituto obras plásticas de grande valor artístico.

Neste momento, o acervo pictórico do Instituto está exposto no Memorial do Rio Grande do Sul, fazendo parte da programação intitulada “João Simões Lopes Neto: ontem, hoje e sempre – Biênio Simoneano 2015/2016”.
Na verdade, o Instituto João Simões Lopes Neto, honrando a tradição de seu patrono, está em permanente atividade sempre em busca de manter a chama que presidiu sua criação.

As palestras de eminentes estudiosos da obra e da vida de Simões Lopes Neto se sucedem a razão de uma a cada mês, na Casa do Capitão.

Os centenários dos Contos Gauchescos, em 2012, das Lendas do Sul, em 2013 e dos Casos do Romualdo, em 2014, foram comemorados com programações intensas e de grande qualidade intelectual. Cada um dos contos, cada uma das lendas e os Casos, foram objeto de análise e interpretação por parte de intelectuais do quilate de Flávio Loureiro Chaves, Aldyr Garcia Schlee, Donaldo Schüler, Luís Augusto Fischer, Regina Zilberman, Maria da Glória Bordini, Maria Luiza de Carvalho Armando e muitos outros do mesma estatura intelectual que encantaram e instigaram o grande público que normalmente assiste as palestras promovidas pelo Instituto.

Nestes dois anos do Biênio, as atividades são muitas e se deslocam pelo estado.

Além daquelas programadas pela casa como o projeto “Cinema na Casa do Capitão”, com curadoria do Aldyr Schlee, que se estenderá até dezembro, com sessões todas as quintas-feiras. Faremos uma grande exposição sobre Simões no Santander Cultural, durante o período da Feira do Livro de Porto Alegre. Além da exposição, e concomitante a ela, haverá um ciclo de palestras com nomes exponenciais da cultura gaúcha.

Ao encerrar essas palavras, quero agradecer em nome do Instituto João Simões Lopes Neto, o privilégio do convite para participar da abertura da 26ª Feira do Livro de Caçapava do Sul, dedicada ao Biênio Simoneano e convidar a todos que participem das atividades programadas, principalmente da Exposição e do Ciclo de Palestras que ocorrerão na capital do Estado na primeira quinzena de novembro deste ano.

Muito obrigado!

Unipampa na Feira do Livro

A quarta-feira da 26º do livro foi dedicada a Unipampa, elencando o conhecimento como tema e teve como destaque a “Gincana do Conhecimento” que teve como vencedora a equipe da Coeducar. Ainda pela tarde a Academia de Danças Folclóricas, “Os Chimangos” encantou os participantes. A noite foi a vez da apresentação artística dos talentos  da Unipampa e do Prof. Dr. Vinicius de Abreu Oliveira com a apresentação “Observações Astronômicas no Hemisfério Norte” e a seguir Painéis de Projetos de Extensão.

Quinta-feira e sexta-feira na Feira

A Feira do Livro continua com Programação intensa. Confira a Programação abaixo, desta quinta e sexta e aqueçam-se com emoções e conhecimento:

28 de abril - quinta- feira - Dia dedicado ao conto

14h00: abertura da Feira e apresentações: EMEF Augusto Vitor Costa; EMEF Vilmar Antônio Madeira; Instituto Municipal de Educação Augusta Maria de Lima Marques; EMEF Nossa Senhora das Graças e EMEF D. Maria José da Rosa. Conto 1, Conto 2, Conto 3 - viajando na imaginação - turmas do 5º ano da EEEF Cônego Ortiz e pela turma de pré da EMEI Eva Saldanha, coordenado pela profª Lucilene Porto.
19h00: apresentação musical do “Grupo Olho D’água”, de Caçapava do Sul. 
 Lançamento do 1º CD de Luiz Hugo Burin: "Versos e Melodias".
 Homenagem aos escritores convidados. Orador: Renato Pinto Beck.
 Escritores homenageados debatem a dinâmica do conto coletivo.
 Saudação ao palestrante Ronald Dennis Pantin Filho. Oradora: Renata Miranda. 
 Presidente e fundador da Sociedade Gaúcha de Coaching (SGC) Ronald Dennis Pantin Filho fala sobre: "Coaching, o melhor processo de desenvolvimento humano da atualidade".
 Sessão de autógrafos dos escritores homenageados que autografam: contos coletivos “Herança”; Athos Miralha da Cunha, "Contos de Chumbo"; e o palestrante Ronald Dennis Filho autografa o livro "Bíblia do Coaching".
22h00: fechamento dos estandes.

29 de abril - sexta-feira - Dia dedicado às Oficinas de Criação Literária Alcy Cheuiche
14h00: abertura
 da Feira e apresentação da peça teatral “Romeu e Julieta”, pela Companhia Retalhos de Teatro, de Santa Maria”.Local: Instituto Municipal de Educação Augusta Maria de Lima Marques.
Das 14h00 às 16h00: encontro da Profª. Drª. Sônia Maria dos Santos Marques  com professores abordando o tema "Interculturalidade e educação: propostas e desafios".
19h00: apresentação do Coral Municipal Infanto-Juvenil.
19h15: Sessão Solene da Câmara Municipal de Vereadores, no Salão Paroquial, para entrega da Comenda Charrua ao escritor Alcy Cheuiche.
20h00: saudação ao escritor Alcy Cheuiche.   Orador: Luiz Hugo Burin.
 Palestra do escritor Alcy Cheuiche falando sobre os "14 anos de Oficinas Literárias e os 40 livros publicados decorrentes dessas oficinas".
 Sessão de autógrafos do escritor homenageado e de seus alunos autores dos livros: “Água: Elemento Essencial da Vida”, “Nos Caminhos da Imprensa Rio-Grandense e Brasileira” e “Tudo em Movimento”.
22h00: fechamento dos estandes.

terça-feira, 26 de abril de 2016

E a 26º Feira do Livro continua

O auditório permanece cheio no Salão Paroquial, onde acontece a 26º Feira do Livro, muito além do tempo ruim. O homenageado dessa terça-feira, escritor gaúcho Luiz Coronel, se encantou com as crianças com interações e trocas de livros, causos e poesias. A noite com belas performances de música e poesias com: Enio Dias, alunos do 5º ano do Colégio Coeducar (orientados pela profª Adriana Pozzebon), saudação de Otávio César Antoniazzi Saldanha e do Escritor com seu senso de humor pampeano, agradou os participantes presentes.
Confira a Programação desta terça e quarta, a aquecer suas emoções, agende-se e participe da festa literária!

26 de abril – terça-feira - Dia dedicado à educação escolar

14h00: abertura da Feira e apresentações: AABB Comunidade; contação de histórias pela professora Lucilene Porto; EMEI Pedacinho de Gente; EMEI Dionéia Soares; EMEF São João Batista; Escola de Educação Infantil Garatuja:"A bruxinha que odiava livros", teatro, coordenado pela profª Gabriela Souza; eEscola de Educação Infantil Arco-Íris.

14h00: encontro de alunos do ensino médio com o Prof. Dr. Dermeval Saviani, que falará sobre: "O significado do ensino médio no conjunto do sistema de ensino". Local: Instituto Municipal de Educação Augusta Maria de Lima Marques.

15h00: palestra com o Prof. Dr. Dermeval Saviani abordando o tema: "Professores: da função à profissão pela mediação da formação". Local: Instituto Municipal de Educação Augusta Maria de Lima Marques.
19h00: apresentação dos alunos da APAE; Projeto Alunos Escritores: "As aventuras de heróis em ação" - Alunos do 2º ano da EEEF Januária Leal, orientados pela profª. Angela Cursino Garcia.
 Saudação ao Prof. Dr. Dermeval Saviani. Oradora: Profª.Ercília Maria de Moura Garcia Luiz.
 Prof. Dr. Dermeval Saviani fala sobre  “A centralidade da cultura letrada na educação escolar e a importância do acesso aos clássicos”. 
 Sessão de autógrafos do Prof. Dr. Dermeval Saviani.
22h00: fechamento dos estandes.

27 de abril - quarta-feira - Dia da Unipampa na Feira

9h00: abertura da Feira e palestra com a administradora e coach Renata Vivian de Miranda: “Definição de carreira para adolescentes”.
11h30: fechamento dos estandes.
14h00: reabertura da Feira;  oficinas “Gincana do Conhecimento”, promovidas pela Unipampa.
16h00: apresentação artística com a Academia de Danças Folclóricas, “Os Chimangos” .
16h15:  resultado e premiação das equipes vencedoras da “Gincana do Conhecimento”.
18h00: Culto Ecumênico (inter-religioso) no Salão Paroquial.
19h00: apresentação artística dos talentos  da Unipampa.
19h30: Palestra com o Prof. Dr. Vinicius de Abreu Oliveira: “Observações Astronômicas no Hemisfério Norte”.
20h45:  Painéis de Projetos de Extensão.
21h00: Música com alunos da Unipampa.
22h00: fechamento dos estandes.

segunda-feira, 25 de abril de 2016

A semana começa com poesia e segue a festa literária

As atividades da 26º Feira do Livro seguem a toda emoção e vigor artístico e literário, bem além do tempo ruim. No domingo show na música e na dança encantaram o público presente, com destaque a Invernada Adulta CTG Sentinela dos Cerros. Seguiu com a homenagem de Rivadávia Severo ao CTG Sentinela dos Cerros em comemoração ao seu Jubileu de Ouro. Altair Martins foi o escritor homenageado da noite.

A semana começa e segue com bravura. Destaca-se nesta segunda-feira a presença do poeta gaúcho Luiz Coronel. Confira abaixo a Programação desta segunda (25/04), e agende-se!

9h00: abertura da Feira e palestra do escritor Altair Martins para estudantes  "Literatura no século XXI: ler por quê?".
14h00: reabertura da Feira e apresentações: Coral da ETERRG e Coral do EENSA,  regidos pela professora Marilaine Pereira.
 Apresentação dos alunos vencedores do 1º Coeducanto, do Colégio Coeducar, coordenados pela profª Adriana Inácio.
 Homenagem ao poeta Luiz Coronel pelos alunos da prof.ª Maurília Torres, do IEE Dinarte Ribeiro.
Luiz Coronel conversa com as crianças, baseado em suas obras infantis "Criança é um livro aberto".
19h00: apresentação de Enio Dias e Pedro Porto em homenagem ao poeta Luiz Coronel.
homenagem ao poeta Luiz Coronel pelos alunos do 5º ano do Colégio Coeducar, orientados pela profª Adriana Pozzebon.
Saudação ao poeta Luiz Coronel. Orador: Otávio César Antoniazzi Saldanha.
Luiz Coronel contará causos baseados nos cinco volumes da "Comédia Gaúcha" mostrando o senso de humor pampeano, com acompanhamento do músico Victor Culanys (sax, violão e voz).
Sessão de autógrafos de Luiz Coronel.
22h00: fechamento dos estandes.

Pré-lançamento do filme "Senhores da Guerra"

Por William Brasil

Tabajara Ruas, diretor do filme “Os Senhores da Guerra”, uma das atrações principais da Feira do Livro, ao lado de José Antônio Severo - escritor da obra que deu vida ao filme do cineasta -falou com a Gazeta sobre cinema, literatura e sua participação no evento.

Ele participará de um bate-papo neste sábado (23), nos salões do Instituto Municipal de Educação, às 14h, ao lado de Severo, após a exibição do longa. Mas a Gazeta antecipou o bate-papo, em entrevista exclusiva com o cineasta. Confira:

G: Não é a 1ª vez que vem a cidade, qual sua relação com Caçapava?

TR: Tenho uma relação antiga e profunda com Caçapava, onde tenho muitos amigos, especialmente a família Severo. José Antônio, o Patrono da Feira, é meu amigo e parceiro em várias atividades culturais e juntos produzimos três longas metragens.

G: Como foi a aceitação do público para o filme Senhores da Guerra?

TR: O filme só passou oficialmente para o público no Festival de Gramado, onde foi muito bem recebido e ganhou dois Kikitos: Prêmio Especial do Júri e Melhor Atriz Coadjuvante, para Andréa Buzatto, o que significa uma grande honra.

G: Quando o filme será lançado nos cinemas?

TR: Ele será lançado para o público em geral no próximo mês de junho, em 13 capitais brasileiras e diversas cidades do interior do estado, o que lhe dá status de grande lançamento.

G: Tem alguma nova produção sendo feita?

TR: Tenho dois projetos em andamento. Estou finalizando a escrita de um novo romance "Você sabe de onde eu venho", sobre a participação do Brasil na II Guerra Mundial e encaminhando a produção de um novo longa metragem, baseado em "A cabeça de Gumercindo Saraiva", livro que escrevi em parceria com o jornalista Elmar Bones.

Livro que virou filme

O filme é baseado na obra homônima do caçapavano José Antonio Severo, que é o Patrono da Feira do livro.


“Os Senhores da Guerra” resgata a memória de Julio Rafael Bozano, figura pouco conhecida na História do Rio Grande; no entanto, o nome dr. Bozano é homenageado em ruas de várias cidades do estado, e serve,também, para denominar um município gaúcho.

domingo, 24 de abril de 2016

Fim de semana com festa cultural

A Feira do Livro oportuniza todos caçapavanos e visitantes a assistir cinema, arte, palestras e a aquisição de obras literárias relevantes, neste sábado e domingo.

Destaca-se a posse do Patrono José Antônio Severo e a sessão de cinema com o filme "Os Senhores da Guerra", dirigido por Tabajaras Ruas e baseado no livro homônimo de José Antônio Severo. 

No domingo Altair Martins é o escritor homenageado, com diversas atividades culturais.
Da direita para esquerda: Tabajara Ruas, José Antônio Severo e esposa
Auditório no primeiro dia de Feira
Alcy Cheuiche e José Antônio Severo na abertura da Feira
Imperdível! Confira a Programação  deste fim de semana e aproveite!

Sábado
14h00: sessão comentada do filme "Os Senhores da Guerra", dirigido por Tabajara Ruas e baseado no livro homônimo de José Antônio Severo. Ao final Tabajara Ruas e José Antônio Severo comentarão a transposição do livro para a tela. Local: Instituto Municipal de Educação Augusta Maria de Lima Marques.
16h00: abertura da Feira e apresentações: Invernada Artística Herança Crioula, da Escola Gladi Machado, das Minas do Camaquã, coordenada pela professora Eliane Godinho; Coral Vivência, com regência de Gerson Núbias e Invernada Mirim do CTG Família Nativista.
18h30: apresentação da Banda Municipal Dr. Cyro Carlos de Melo.
19h00: apresentação de Jordana Henriques em homenagem especial ao Patrono da Feira do Livro.
19h20: o especialista em gestão de pessoas e marketing Fábio de Oliveira fala sobre "Empreendedorismo: atitudes de coragem que movem o mundo".
19h50: saudação ao Patrono da Feira do Livro. Orador: Euclides Pinto Torres. 
20h00: o escritor, jornalista e cineasta José Antônio Severo fala sobre a "Colônia do Sacramento e a invasão holandesa: dois marcos da formação da nacionalidade brasileira".
21h00: sessão de autógrafos de José Antônio Severo.
22h00: fechamento dos estandes.

Domingo
16h00: abertura da Feira e apresentações: Luigi Porto dançando a chula; Silvano Henriques – violão e voz; Levittá – Cia de Dança e Cultura Hip Hop representando o CRAS, coordenado por Manfred Uberon da Silva Chaves.
19h00: apresentação musical da Invernada Adulta CTG Sentinela dos Cerros.
 Homenagem ao CTG Sentinela dos Cerros em comemoração ao seu Jubileu de Ouro.  Orador: Rivadavia Severo
19h40: saudação ao escritor Altair Martins.  Oradora: Jianny July Moreno.
19h50: O escritor Altair Martins faz um convite para abrirem seus livros: "A família brasileira como matéria literária".
 Sessão de autógrafos do escritor Altair Martins.
 Apresentação musical de Duda Brito e amigos.

22h00: fechamento dos estandes.