Patrono 2017 - Paulo Flávio Ledur

quinta-feira, 31 de março de 2016

Romeu e Julieta

Acontece na 26º Feira do Livro, no dia 29 de abril, no Instituto Municipal de Educação, às 14h, a peça de teatro “Romeu e Julieta” apresentada pela Companhia Retalhos de Teatro, de Santa Maria.

Participe e divulgue!

Dermeval Saviani

Estará na Feira do Livro de Caçapava do Sul, no dia 26 de abril, o Dr. Dermeval Saviani, que produziu uma das obras mais importantes para a educação brasileira.

Trata-se de um autor de relevância para o pensamento social, político e pedagógico brasileiro, sobretudo na virada do século XX para XXI, mantendo-se atual diante dos debates políticos pedagógicos atuais.

Se estudarmos sua obra e trajetória de vida, podemos verificar que Saviani sempre esteve comprometido com a luta por uma sociedade justa e igualitária, sendo a socialização do saber elaborado um de seus principais fundamentos. No decorrer de sua vida acadêmica, escreveu importantes obras que têm contribuído para a formação crítica de milhares de educadores, consolidando-se como clássicos do pensamento pedagógico brasileiro, leitura obrigatória para a compreensão da educação brasileira.

Podemos afirmar, sem medo de errar, que não se estuda filosofia da educação, história da educação, sociologia da educação e políticas educacionais, numa perspectiva crítica, sem o estudo comprometido das obras do professor Dermeval Saviani.

Portanto, na próxima feira, principalmente professores, poderemos ter contato direto com um dos grandes nomes da educação brasileira.

O tema de sua palestra será “A centralidade da cultura letrada na educação escolar e a importância do acesso aos clássicos”. 

quinta-feira, 17 de março de 2016

O escritor Altair Martins

Altair Martins
No dia 24 de abril (domingo) os participantes da XXVI Feira do Livro poderão conferir a palestra e as publicações de Altair Martins. Saiba mais sobre este escritor:

Ele nasceu em Porto Alegre, em 1975. Foi chargista e ator. Bacharel em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) – ênfase em tradução de língua francesa –, mestre e doutor em Literatura Brasileira na mesma universidade. Ministrou a disciplina de Conto no Curso superior de Formação de Escritores da UNISINOS entre 2007 e 2010. É professor da Faculdade de Letras da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), no curso de Escrita Criativa.

O escritor tem textos publicados em Portugal, Itália, França, Argentina e Espanha. Ganhou, entre outros prêmios, o São Paulo de Literatura (2009, com o romance A parede no escuro) e o Moacyr Scliar (2012, com os contos de Enquanto água).
Suas principais publicações:

  • Como se moesse ferro (contos). Porto Alegre: WS Editor, 1999;
  • dentro do olho dentro (conto). Porto Alegre: WS Editor, 2001;
  • Se choverem pássaros, (contos). Porto Alegre: WS editor, 2002;
  • A parede no escuro (romance). Rio de Janeiro: Record, 2008;
  • Enquanto água (contos). Rio de Janeiro: Record, 2011;
  • Dicionário amoroso de Porto Alegre (crônica). Anajé: Casarão do Verbo, 2013;
  • Terra avulsa (romance). Rio de Janeiro: Record, 2014.


Prêmios:


  • 1º lugar no Prêmio Guimarães Rosa, em 1994, organizado pela Radio France Internationale, com o conto Como se moesse ferro;
  • 1º lugar no Prêmio Guimarães Rosa, em 1999, organizado pela Radio France Internationale, com o conto Humano;
  • 1º lugar no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba, em 2000, com o conto Sol na chuva à noite;
  • Menção Especial do júri no Prêmio Cidade de Amora, em Portugal, 2000, com o conto Ira das Mães;
  • 1º lugar no Prêmio Luiz Vilela, promovido pela UEMG, em 2000, com o conto dentro do olho dentro;
  • Prêmio Açorianos, categoria contos, com o livro Como se moesse ferro, 2000;
  • Finalista do Prêmio Jabuti, 2001, categoria contos e crônicas, com o livro Como se moesse ferro;
  • 1º lugar no Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães, 2001, com os contos Teatro de Varais, café com açúcar: café com sal e Esconder vestígios;
  • Finalista do Prêmio Jabuti, 2003, categoria contos e crônicas, com o livro Se choverem pássaros;
  • Destaque ficção pela Rede Record/Correio do Povo da 54ª Feira do Livro de Porto Alegre com o romance A parede no escuro;
  • Prêmio São Paulo de Literatura 2009 com o romance A parede no escuro.
  • Finalista do Prêmio Jabuti, 2009, categoria romance, com o romance A parede no escuro;
  • Prêmio AGES (Associação gaúcha de escritores) para melhor romance de 2009 com A parede no escuro;
  • Prêmio Açorianos, categoria narrativa longa, 2009, com o romance A parede no escuro;
  • Prêmio Açorianos, livro do ano, com o romance A parede no escuro.
  • Finalista do Prêmio Jabuti, 2012, categoria contos e crônicas, com o livro Enquanto água;
  • Prêmio Açorianos, categoria contos, com o livro Enquanto água, 2012.
  • Prêmio Moacyr Scliar, 2013, com o livro Enquanto água;
  • Prêmio AGES 2015 com o romance Terra Avulsa.

terça-feira, 15 de março de 2016

José Antonio Severo eleito patrono da 26ª Feira do Livro de Caçapava

Fonte: Gazeta de Caçapava

Domingo (06), ocorreu no Salão Paroquial o primeiro evento público da Feira do Livro de Caçapava, a transcorrer entre 22 de abril e 1º de maio, em sua 26ª edição.

Com o tradicional almoço que antecede a mostra literária propriamente dita, foi eleito o patrono, recaindo a escolha no jornalista e escritor José Antonio Severo. Conforme a praxe, este ano a honraria cabe a um caçapavano.

Na maior afluência de público já registrada, pois 85 convivas confraternizaram no sempre apreciável “buffet do Adão”, houve a eleição do patrono da Feira, havendo José Antonio Severo recebido 60% dos votos e escolhido como o homenageado deste ano.

A representação da comunidade caçapavana contou, também, com as presenças do pároco local pe. Rudinei, secretária municipal de educação Maria Alice Santos, coordenador da Feira Pedro Vanolin, xerifes Luiz Hugo e Denise, ex-patronos e representatividade da nossa sociedade.

José Antonio Severo tem longa carreira no jornalismo e literatura nacionais: repórter nos jornais Zero Hora, Correio do Povo, o Estado de São Paulo, O Globo, Gazeta Mercantil, no qual foi um dos últimos diretores nacional; editor-chefe da Folha da Manhã; editor executivo das revistas Veja, Exame, Realidade, da editora Abril, editor na TV do Jornal da Globo e diretor da Rede Bandeirantes de Televisão.

Autor dos livros “A Invasão” (1979), “Guerra dos Cachorros”(1982), “Os Senhores da Guerra” (2000), “Na Churrasqueira da Casa Rosa” (2003), “Epopeia da Petroquímica” (2006), “General Osório e Seu Tempo”(2008), o duplex “Rios de Sangue” e “Cinzas do Sul” (2012).

No cinema, em parceria com Tabajara Ruas, atuou como roteirista e produtor nos filmes “Netto perde sua alma”, ganhador de cinco prêmios Kikito no Festival de Gramado, e outros 15 em festivais brasileiros; “Netto e o domador de cavalos”, e “Os Senhores da Guerra”.

Atualmente reside em Brasília, onde presta especial assessoria ao Ministro da Defesa, e opera como consultor de empresas na área econômica.


Por Rivadávia Severo

sábado, 12 de março de 2016

XXVI Feira: Escritores Convidados

Além dos expressivos escritores caçapavanos na literatura nacional estarão também presentes na edição de 2016 os convidados escritores brasileiros: Altair Martins, Dermeval Saviani, Luiz Coronel e o Master Coach Ronnald Dennis Pantin Filho.

Estes escritores terão palestras com temática específica para Feira e autógrafo de suas publicações. Vale conferir!

A XXVI Feira que acontece de 22 de abril a 01 de maio no Salão Paroquial, no centro de Caçapava. Tem como Patrono o jornalista e escritor caçapavano José Antônio Severo.

segunda-feira, 7 de março de 2016

José Antônio Severo - Produção

O Patrono da XXVI Feira do Livro de Caçapava do Sul, José Antonio Severo (73a), reside atualmente em São Paulo e trabalha como assessor especial do ministro da Defesa, produtor cinematográfico e consultor de empresas na área econômica. Publicou os seguintes livros:

  • A INVASÃO – publicado em 1979 pela L&PM Editores, romance de ficção política antevendo o processo de redemocratização do Brasil em 1985, criando um quadro de crise política que se concluiu com a volta pacífica do regime civil e a redemocratização do País.
  • A GUERRA DOS CACHORROS – publicado em 1982 pela L&PM Editores, romance de ficção científica que cria um quadro de terror na cidade de São Paulo, devido a uma mutação instantânea da população canina da cidade que ataca em matilhas devorando pessoas.
  • OS SENHORES DA GUERRA – publicado em 2.000 pela L&PM Editores. Romance histórico narrando a Revolução de 1924 nas regiões da Campanha e das Missões, n o Rio Grande do Sul, terminando com a formação e o início da marcha da Coluna Prestes. O livro conta a tragédia do líder governista Júlio Bozano, que enfrentou a rebelião de tropas do Exército e de revolucionários civis.
  •  NA CHURRASQUEIRA DA CASA ROSA – publicado em 2003 pela Expressão Sul, livro reportagem que conta a história de engenheiros e operários que construíram o Pólo Petroquímico de Triunfo, no Rio Grande do Sul.
  • A EPOPÉIA DA PETROQUÍMICA NO SUL – Publicado em 2006 pela editora Expressão Sul, com as memórias do engenheiro Percy Louzada de Abreu, chefe da construção da Refinaria Alberto Pasqualini da Petrobrás e do Pólo Petroquímico de Triunfo. Percy teve uma carreira completa na Petrobrás, aonde chegou a diretor comercial da estatal.
  • O GENERAL OSÓRIO E SEU TEMPO – Publicado em 2008 pela editora Expressão Sul. Biografia ficcional do general Manoel Luis Osório, patrono da Cavalaria do Exército Brasileiro.
  • CEM ANOS DE GUERRA NO CONTINENTE AMERICANO, em dois volumes, RIOS DE SANGUE e CINZAS DO SUL, PUBLICADO EM 2012 PELA Editora Record. Romance histórico que conta os conflitos que incendiaram o Cone Sul e produziram a formação dos quatro países do MERCOSUL. É um épico recuperando a sucessão de guerras européias na América do Sul, os conflitos entre países depois das independências e as guerras civis que levaram à formação das nacionalidades e consolidação das fronteiras. É um livro sul-americano, mas com a visão brasileira desses acontecimentos.
No jornalismo atuou como:
  •  Repórter dos jornais Zero Hora, Correio do Povo, O Estado de S. Paulo, O Globo e Gazeta Mercantil, neste último como editor sênior, diretor regional de sucursais e diretor nacional. Repórter das revistas Realidade,Veja e editor executivo da revista Exame, todas da Editora Abril. Editor De Internacional do Jornal Nacional da Rede Globo, editor chefe do Jornal da Globo, da mesma rede, e diretor geral de jornalismo da Rede Bandeirantes de Televisão. Apresentador dos programas de telejornalismo “Crítica & Autocrítica”, da Rede Bandeirantes. e “Primeira Página”, da TV Nacional de Brasília.

No Cinema, atuou como:
  • Ator e co-produtor do filme histórico “Netto Perde sua Alma”, dirigido por Tabajara Ruas, estrelado por Werner Schünnemann, contando a vida do general Antônio de Souza Netto, proclamador da República Rio Grandense, na Revolução Farroupilha. Este filme ganhou cinco Kikitos no Festival de Gramado e um total de 15 prêmios em festivais n o Brasil e no Exterior. Esse filme foi também a base estética e de narrativa do seriado “Casa das Sete Mulheres”, da Rede Globo, informação comprovável em várias entrevistas do diretor Jaime Monjardim.
  •  Produtor do filme “Netto e o Domador de Cavalos”, dirigido por Tabajara Ruas, estrelado por Tarcísio Filho e Werner Schünemann, ficção recriando a lenda do Negrinho do Pastoreio.
  • Produtor, roteirista e autor do livro filmado “Os Senhores da Guerra”, uma obra em duas partes, os longas metragens “Passo das Carretas” e “Passo da Cruz”, dirigidos por Tabajara ruas, em fase de pos produção. Estes dois filmes serão lançados no mercado ainda no ano de 2013.

Comissão da Feira do Livro visita Presidente da Câmara


A Comissão da Feira do Livro, composta pelo Coordenador Pedro Vanolin Macedo, Rivadavia Severo, Lislair Leão Marques, Rosângela Casanova, Denise Burin e Isadoris Macedo estiveram na Câmara de Vereadores na manhã desta segunda-feira, dia 7 de março, para uma reunião com o Presidente do Legislativo, vereador Caio Casanova.

O Coordenador da Feira, Pedro Vanolin reforçou a importância cultural do evento para o município, e solicitou o apoio da Câmara durante a feira com o transporte de escritores de Porto Alegre nos finais de semana. O presidente afirmou que, como das outras vezes, a câmara dará o apoio necessário ao evento fazendo o empréstimo do automóvel para o transporte dos escritores convidados.

Também ficou acertado que a Direção e a Presidência da Casa irão definir uma data e um homenageado para a realização da Sessão Extraordinária que acontece junto à programação da Feira do Livro.


Caio Casanova também disse que durante os dez dias da feira sempre haverá um representante da Câmara para a abertura e participação das atividades.

domingo, 6 de março de 2016

José Antônio Severo – Patrono da XXVI Feira do Livro de Caçapava do Sul

José Antônio Severo foi escolhido, com a maioria dos votos, em almoço festivo pela comunidade caçapavana, neste domingo (06/03/2016), para a 26º edição da festa literária que acontece nos dias 22 de abril a 01 de maio, no Salão Paroquial de Caçapava do Sul, que já conta com programação intensa tanto na área literária, artística e cultural.

O escritor caçapavano José Antônio Severo é também jornalista. Publicou os romances: A Invasão, A guerra dos cachorros, General Osorio, Cinzas do Sul, Rios de SangueOs senhores da guerra. Trabalhou nos anos 60 como repórter nas revistas Realidade e Veja.  Foi nos anos 70 editor executivo da revista Exame editor chefe de telejornais na Rede Globo e diretor geral de jornalismo da Rede Bandeirantes de Televisão. Exerceu a profissão nos jornais, entre outros, na Zero Hora, na Folha da Manhã, Correio do Povo, O Globo e Gazeta Mercantil. 

quinta-feira, 3 de março de 2016

Lançamento de Livros de Escritores Caçapavano

Escritores caçapavanos que desejarem lançar suas publicações na XXVI Feira do Livro de Caçapava do Sul, devem entrar em contato com Pedro Vanolin: pedro.vanolin@gmail.com ou (55) 3281.1881.

A data dedicada ao lançamentos dos livros dos escritores conterrâneos é no dia 30 de abril de 2016.

quarta-feira, 2 de março de 2016

Eleição do Patrono(a) de 2016

A escolha do Patrono ou Patronesse da 26º Feira do Livro acontece neste domingo, 06 de março, com um almoço festivo, a partir das 12h no Salão Paroquial de Caçapava do Sul.

Em 2016, o cargo será assumido por caçapavanos que já lançaram livros de sua autoria em eventos passados cuja lista contempla 60 autores. Desta lista, será filtrada, com cinco nomes, indicados pela comissão organizadora, Patrono(a)s das feiras passadas, Prefeitura Municipal, Paróquia e Câmara de Vereadores e entidades representantes dos estandes.  Os cinco mais indicados constarão na cédula de votação para que as pessoas que participarem do almoço festivo possam também manifestar sua preferência.

O Patrono da feira de 2015 foi o escritor, professor e jornalista Juremir Machado, de Porto Alegre.

Candidatos ao cargo de patrono/patrona 2016

Na eleição deste ano deverá ser eleito um escritor ou escritora caçapavana. Estamos introduzindo a mesma alteração aprovada na eleição de 2015. Será realizada uma seleção prévia de cinco nomes que concorrerão ao cargo de patrono (a) no dia seis de março. Terão direito a indicar cinco nomes todas as entidades que cuidam dos estandes, os membros da Comissão Organizadora, os ex-patronos (as), a Prefeitura, a Paróquia e a Câmara de Vereadores. Os cinco nomes que forem indicados mais vezes estarão na cédula de votação no dia seis de março, em almoço festivo no Salão Paroquial. Aqueles que desejarem participar devem informar ao coordenador do evento, Pedro Vanolin.

Os 5 nomes preferidos dos eleitores acima sairão desta listagem:

1. Alfredo Laureano de Brum Sobrinho
2. Ana Macedo de Macedo
3. Ângela Beatriz Santos de Oliveira
4. Antônio Almeida Poglia
5. Ariane Severo
6. Arinita Busato Veloso
7. Binóca da Costa Walmarath
8. Carlos Alberto Poglia Tronco
9. Carlos Leão
10. Carmeliane Rodrigues Batista
11. Caroline Garcia de Souza
12. Cristina Oliveira
13. Daiane Marques Alves
14. Daniel Miranda
15. Dina Maria Zago Machado
16. Eduardo Castro da Costa
17. Ellen Maria Razzera
18. Emamuele Wilke Teixeira
19. Enedy da Rosa Vivian
20. Eneida Roldan
21. Felícia Teresinha Soares Lopes
22. Francelina Oliveira de Vasconcelos
23. Giovana Antoniazzi Saldanha
24. Gisele Teixeira
25. Henrique Tronco
26. Isa Dóris Teixeira de Macedo
27. Ivan Pessoa Moreira
28. Ivete Tôrres Dorneles
29. José Antônio Severo
30. Juliano Torres Fraga
31. Lislair Leão Marques
32. Lucas Zamberlan
33. Lucya Machado
34. Luiza Casanova
35. Manoel Caravaca
36. Marcos Reckziegel
37. Maria Barbiero Venite
38. Maria Izabel Mariano da Rocha Duarte 
39. Maria Isabel Veiga de Oliveira
40. Mariane Dias de Macedo
41. Marilene Pérez Chaves
42. Mário Eugênio Saretta Poglia
43. Miriam Dias Ferreira
44. Mirian Canfield Donatto
45. Nara Pazinato Dias
46. Norton Ferreira
47. Oldemar Santos
48. Pedro Marques Teixeira
49. Renata Miranda
50. Renato Pinto Beck
51. Rogéria Vivian de Miranda
52. Rosane Barbosa Félix
53. Rosângela Casanova Machado
54. Sílvia Tronco
55. Tatiana Tavares Leão
56. Vanderlei Machado Junior
57. Veneza Mayora Ronsini 
58. Vera Regina Pereira Andrade
59. Zauri Tiaraju de Castro
60. Zilah M G Cheuiche